Conhecendo e Utilizando o GIT

2 abr

Opa, tudo bem? 🙂 Hoje vamos estar Conhecendo e Utilizando o GIT em ambientes Linux.
O GIT é um sistema de controle de versão distribuído, que atua também como um sistema de gerenciamento de código fonte para milhares de desenvolvedores no mundo a fora.
O Projeto foi desenvolvido por Linus Torvalds para o desenvolvimento do poderoso Kernel do sistema Linux. Hoje é utilizado em muitos projetos.

Conhecendo e Utilizando o GIT foi criado para auxiliar no processo inicial de uso da ferramenta GIT

Sua licença está sob a GPL 2.

UTILIZANDO O GIT EM AMBIENTE LINUX

Instalando o GIT em ambientes CentOS:

Instalando o GIT em ambientes Baseados em Debian:

Você pode também consulta o Site Oficial do GIT para fazer o Download: http://git-scm.com/downloads

ENTENDENDO COMO O GIT FUNCIONA

O GIT mantém três árvores que são responsáveis pelo fluxo de trabalho.

WORKING DIRECTORY
Responsável por armazenar e controlar os arquivos vigentes.

INDEX
Atua e funciona como uma espécie de área temporária.

HEAD
Essa árvore tem a função de apontar para o ultimo commit que realizamos.

CONFIGURANDO USUARIO E O E-MAIL DO GITHUB

CONFIGURANDO O EDITOR DE TEXTO PADRÃO

Definimos também o editor que faz o DIFF dos arquivos, no meu caso estou utilizando vimdiff.

VERIFICANDO AS CONFIGURAÇÕES DO GIT

INICIANDO UM REPOSITÓRIO

Vamos agora iniciar um repositório local com o GIT.

Observe que foi criado em /root/git/ um diretório oculto, dentro dele temos a seguinte estrutura.

branches  config  description  HEAD  hooks  info  objects  refs

CRIE UMA CONTA NO GITHUB

http://github.com

Apos ter criado a conta, crie um novo repositório lá no site do GITHUB.

E vamos sincronizar nosso diretorio remoto.

Criamos agora nossos arquivos no diretório do git:
Vou criar um exemplo com nome de algumas distros de linux.

Agora vamos criar um arquivo chamado LEIAME.

conteúdo:

ADD

Com o ‘git add’ vamos adicionar os arquivos desejados para o monitoramento do GIT, ele vai ficar monitorando as alterações nos arquivos adicionados.

No exemplo abaixo, estou adicionando todos os meus arquivos do diretório que criamos acima.

COMMIT

Para que essas alterações sejam validadas, precisamos realizar o famoso ‘commit’.

Após realizarmos o nosso ‘commit’, temos nossos arquivos dentro do nosso GIT Directory. Mas precisamos enviar isso para o host remoto, no nosso caso o GIT HUB.

PUSH

Para que possamos inserir as modificações e commit’s em nosso host remoto, utilizamos o comando:

Agora já temos os arquivos lá no site do GIT HUB. (Conhecendo e Utilizando o GIT)

CLONE

Para clonar um repositório ou até mesmo contribuir para algum projeto em desenvolvimento utilizamos o comando ‘git clone’.

Sintaxe do comando fica assim:

ou

Observação: A URL você obtém na página do projeto desejado lá no GIT HUB. (Conhecendo e Utilizando o GIT)

STATUS

Quando for realizado alguma alteração em algum arquivo, utilizamos o comando abaixo:

Faça alguma alteração em algum arquivo.

Por exemplo, eu realizei no arquivo LEIAME.

Após realizar a alteração digite:

Vamos atualizar nossos arquivos…

Commit…

Push…

E na sequência já temos o arquivo alterado lá no GIT HUB.

Este foi apenas um pequeno exemplo, um simples exemplo de como estar utilizando o GIT em projetos, desenvolvimento, etc.

Dúvidas, comentário e sugestões postem nos comentários…
👋🏼  Valeu! e até a próxima!


Johnny Ferreira
johnny.ferreira.santos@gmail.com
http://www.tidahora.com.br

 


 

Facebook Comentários